- sem título -

abraç'o cão de dent'às vezes...
mord'o anjo, sangro ele.
aí me deito no anj'e sorrio, ele m'abençoa
e mat'o cão c'um beijo.